BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

10 mulheres que fizeram história viajando!

Elas desbravaram o mundo com coragem, enfrentando os desafios de suas épocas, muita vezes incompreensíveis no mundo de hoje.

Por seus feitos em viagens e explorações ao redor do globo, no Dia Internacional da Mulher, a Unitur deseja hoje homenagear 10 mulheres que realizaram grandes feitos viajando e estender essa homenagem a todas as nossas clientes que continuam a desbravar o mundo com a gente!

Veja que incrível essa linha do tempo!

1. Janet Baret  [1740-1807]

Janet Baret é reconhecida como a primeira mulher dar a volta ao mundo. Com um detalhe: ela precisou se disfarçar de homem para se juntar a um navio francês, escondendo os seios e mudando o nome para Jean Baret para se infiltrar em uma aventura na companhia de 300 marinheiros.

Desafiou antigas convenções, ganhou um lugar na história e viu o mundo!

2. Lady Hester Stanhope [1776-1839]

Proveniente de uma família abastada e politizada britânica, Lady Hester fez o que precisava ser feito, incluindo se disfarçar de homem e carregar uma espada, para chegar aos lugares mais longínquos.

Foi a primeira mulher europeia a atravessar o deserto da Síria e a primeira a conduzir modernas pesquisas arqueológicas na Terra Santa.

3. Isabella Bird [1831-1904]

Ela foi uma exploradora, escritora, fotografa e naturalista da sua época. E também a primeira mulher eleita como membro da Sociedade Real Geográfica. Isabella viajou dos 41 aos 72 anos, escalando montanhas e montando cavalos.

Assim, visitou a América, a Índia, o Curdistão, o Golfo Pérsico, Tibet, Malásia, Coréia, Japão e China.

4. Annie Smith Peck [1850-1935]

Montanhista e trilheira americana, Annie quase teve seus recordes e feitos ofuscados pelos trajes escandalosos que utilizava para a época como calças e túnicas, ao invés de saias. Foi a primeira a escalar o monte Huascarán no norte do Peru e sua última escalada foi aos 82 anos!

5. Mary Kingsley [1826-1900]

Após a morte de seus familiares, com apenas 30 anos e também desafiando as convenções de seu tempo, Mary partiu para uma exploração no Oeste da África. Ali, fez canoagem no rio Ogooué e foi a primeira europeia a abrir uma rota para o Monte Camarões.

Com essa experiência, escreveu um livro, a partir de seus relatos, contra o imperialismo e a favor de comunidades indígenas.

6. Nellie Bly [1864 – 1922]

Essa jornalista americana fez história ao propor ao editor de seu jornal uma volta ao mundo mais rápida do que a realizada anos antes, por Jules Vernes Phileas Fogg, em 80 dias.

Seu editor gostou da ideia, mas disse a Nellie que enviaria um homem, pois ela, sendo mulher, precisaria legar muita bagagem. Ameaçando vender a ideia para outro jornal, Nellie convenceu seu editor e viajou com apenas dois blocos de anotação e uma mochila pequena. E realizou uma volta ao mundo em 72 dias! Foi uma das pioneiras do jornalismo investigativo e inspirou muitas outras repórteres.

 

7. Bessie Coleman [1892-1926]

Ela desafiou uma cultura racista e discriminatória e se tornou a primeira mulher negra a ser piloto de avião. Proibida de realizar o feito nos Estados Unidos, ela se tornou cidadã francesa e se mudou para a França. Depois, realizou diversos voos nos Estados Unidos e trabalhou para recolher fundos para a Escola de Voo Afro-Americana.

 

8. Freya Stark [1893-1993]

A exploradora e escritora britânica esteve onde muitas mulheres não haviam estado antes no Oriente Médio. Vivendo em Bagdá, ela explorou e mapeou a região do mundo islâmico. Para isso, caminhou, andou de camelo e de carro, acampando ao longo do caminho.

9. Valentina Tereshkova  [1937 – atual]

Valentina foi a primeira cosmonauta e a primeira mulher a ir ao espaço, em 1963, na nave russa Vostok VI.

10. Cheryl Strayed – [1968 – atual] 

Após a morte da mãe, Cheryl Strayed caminhou sozinha por mais de 1600 km pela Pacific Crest Trail, do Deserto de Mojave até o Estado de Washington. Depois, escreveu o livro “Livre” que virou um best seller e um filme estrelado por Reese Witherspoon.

E aqui entra você, cliente Unitur, que desbrava o mundo com a gente, sempre cheia de fé, de alegria, de amor. Que você se enriqueça a cada dia com as experiências incríveis que esta vida nos reserva! 

 

Fonte: https://www.theguardian.com/travel/2016/mar/08/top-10-inspiring-female-travel-adventurers