BLOG

Europa
de ,
Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

4 maravilhas de Gaudí que você precisa visitar em Barcelona

 Poucas cidades no mundo têm uma relação com um artista como tem Barcelona e o arquiteto catalão Antoni Gaudí. Gaudí espalhou por Barcelona seu toque colorido, com obras que lembram a natureza, a religiosidade e um estilo bem moderno.

Por isso, ao visitar Barcelona, um excelente roteiro é escolher algumas obras importantes de Gaudí para apreciar.

Primeira parada: Igreja Sagrada Família

Igreja Sagrada Família em Barcelona

Uma obra prima inacabada e magnífica! A Sagrada Família está sempre em construção e só deve ficar pronta em 2026, no centenário da morte de Gaudí. O projeto começou em 1882. Quando Gaudí faleceu em 1926, deixou apenas parte de uma das três grandes fachadas prontas: a da Natividade. Na década de 50, a Facahada da Paixão ficou pronta, mas a da Glória ainda está inacabada.

Quando finalizada, a igreja terá 170 metros de altura e 18 torres. Diferente de outras igrejas, toda a história da vida de Jesus está na fachada. Por isso, o passeio é igualmente lindo pelo lado de dentro e pelo lado de fora.

Gaudí viveu seus últimos 15 anos dentro da igreja e ali mesmo foi enterrado.

Baixe agora um checklist definitivo para sua viagem internacional e nunca mais viaje com aquela sensação de ter esquecido alguma coisa! 

Segunda parada: Parque Guell

Projetado por Gaudí e construído em 1900, o Parque Guell possui uma das vistas mais bonitas de Barcelona.

Ao caminhar por suas estradinhas, você ficará admirado com a unicidade do lugar. Guell é bem diferente de qualquer parque, por suas formas curvas e muito colorido em meio ao verde.

Entrada do Parque Guell em Barcelona

Logo na entrada, os visitantes se deparam com duas casas inspiradas na história de João e Maria, dos irmãos Grimm. Uma delas, bem característica como a casa doce da bruxa má.

Outro lugar curioso do Parque é a sala das 100 colunas, que na verdade possui 86 delas, e projetada para receber um mercado.

86 colunas no Parque Guell

Atualmente, o Parque Guell é Patrimônio da Humanidade, pela Unesco.

 

 Terceira parada: Casa Batlló

Encomendada por José Batlló Casanovas, a casa foi projetada por Gaudí e construída entre 1875 e 1877. A fachada é curiosa e foi apelidade pelos catalães como a “casa dos ossos”, pela semelhança com crânios. Seu interior é tão bonito quanto a fachada, com aquele toque já conhecido de Gaudí, com formas e colorido.

Casa Batlló

Quarta parada: La Pedrera

Construída entre 1905 e 1907 para ser a casa de Roger Segimon, atualmente a edificação conhecida como La Pedrera também é Patrimônio Mundial pela Unesco. A casa recebe visitantes em seu interior, sótão e terraço. Mas a admiração fica mesmo na fachada, que mais parece um terreno lunar.

Conheça nossos roteiros que incluem Barcelona e veja de perto essas maravilhas de Gaudí!