Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 14/07/2020 Dolar R$ 5,59
Euro R$ 6,38

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

6 curiosidades sobre a Catedral de Rouen (e um bônus sobre a história de Joana D’Arc)

Construída entre os séculos XII e XVI, a Catedral de Rouen é tida como um parâmetro de evolução da arquitetura no estilo gótico neste espaço de tempo. Sua torre, com mais de 150 metros de altura, pode ser vista de longe por quem visita a cidade de Rouen na região da Normandia, na França, e os vitrais de seu interior, datados do século XVIII, ficam para sempre na memória. Mas o que encanta mesmo é o som do órgão da igreja. O instrumento continua funcionando a todo vapor até os dias de hoje e chama a atenção de turistas e moradores.

Quem ainda não conhece a Catedral de Rouen se interessa por sua suntuosidade, mas também pela história e pelas curiosidades que a igreja guarda. Saiba mais!

catedral de rouen

Conheça as 6 principais curiosidades sobre a Catedral de Rouen:

A mais alta

A Catedral de Rouen é a catedral mais alta de toda a França;

Inspiração para Monet

É “personagem” de uma série de 30 telas pintadas por Monet. As telas retratam a fachada principal da igreja em diferentes horários do dia e estações do ano e foram feitas entre a metade do século XIX e o ano da morte do pintor (1926). Para a série, Monet montou seu ateliê exatamente em frente à construção;

Recomeços

Durante a 2ª Guerra Mundial, os danos causados a estrutura da catedral foram tão grandes que ela precisou ser praticamente reconstruída. No final do século passado, a igreja também foi vítima de uma grande tempestade e precisou de manutenção no teto e em outras partes de sua estrutura;

Leia também>> La Salette: a aparição da Virgem Maria que deu origem a um santuário nos alpes franceses

Túmulos famosos

Túmulos famosos estão hospedados na Catedral de Rouen. Entre eles, o de Ricardo Coração de Leão e de Rollo, viking responsável pela origem da Normandia;

Anexo especial

A igreja possui um anexo que pode – e deve! – ser conhecido. É o chamado “Palácio Episcopal”, onde também fica o Historial (Museu) Joana D’Arc. Abaixo, falaremos mais sobre a relação da santa francesa com a cidade de Rouen;

Arredores

Os arredores da Catedral e do Palácio também merecem uma visita, principalmente a Rua do Grande Relógio – um relógio astronômico do século XIV – que liga a igreja à praça do Velho Mercado. É característica da arquitetura da cidade a construção de prédios “grudados” uns nos outros (normandos), com madeira aparente e ornamentada.

catedral de rouen

E por falar em Joana D’Arc…

Às margens do Rio Sena, Rouen é o local onde Joana D’Arc foi queimada viva em uma fogueira. O assassinato da Donzela de Orléans e padroeira da França aconteceu, justamente, na Praça do Mercado. Mártir do país, a santa Joana D’Arc só foi canonizada pela Igreja Católica quase 500 anos depois de morrer e ganhou um templo moderno com vitrais renascentistas em sua homenagem, situado no centro da cidade francesa.

O dia de Joana D’Arc é celebrado na data de seu assassinato, 30 de maio.

Além do turismo religioso: outros pontos turísticos de Rouen

Sem dúvidas, a Catedral de Rouen é a principal atração da charmosa cidadezinha de Normandia. De qualquer forma, após visitá-la, faça questão de conhecer também o Museu da Cerâmica repleto de porcelanas chinesas e o Musée Des Beaux-Arts com obras de todos os séculos e também dos tempos primitivos. No Museu de Belas Artes de Rouen estão expostas, por exemplo, versões da Catedral pintadas por Monet. É possível conhecer, ainda, obras de Delacroix, Caravaggio e muitos outros.

Embarque com a Unitur para conhecer Rouen e outras belezas da França!