Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 09/07/2020 Dolar R$ 5,42
Euro R$ 6,17

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

9 passeios imperdíveis em Bonito, Mato Grosso do Sul

Pegar um avião até Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, ainda é a melhor opção para se chegar até Bonito, um dos mais incríveis destinos de ecoturismo do Brasil e do mundo. Depois do pouso, são cerca de 4 horas de viagem até a cidade.

Se quiser conhecer Bonito, separe pelo menos quatro dias de folga para viajar e não hesite em contar com uma agência de viagens, afinal um planejamento turístico feito por quem conhece a cidade, suas atrações e as condições de cada passeio deixa tudo mais confortável, prático e divertido.

Que tal fazer essa viagem com a gente?

Rio Sucuri

bonito mato grosso do sul

Rio Sucuri. Foto: Sec. Turismo Bonito

 

É um dos rios mais cristalinos do mundo e o número um do Brasil. Seu percurso completo dura cerca de 3 horas e pode ser realizado de barco (melhor opção para crianças e adultos que não sabem nadar) ou flutuando pela correnteza suave. Quem opta pela flutuação no Rio Sucuri faz o passeio em grupos, acompanhado por um guia – o tempo todo no barco de apoio. Também precisa usar trajes específicos (roupa, snorkel e sapatilhas), fornecidos lá mesmo.

Rio da Prata e Lagoa Misteriosa

bonito matogrosso do sul 2

Rio da Prata. Foto: Sec. Turismo Bonito

A mesma flutuação do Rio Sucuri é feita pelo Rio da Prata e outros rios de Bonito. Este segundo passeio é um pouco mais desafiador e mais longo que o primeiro. A água do Rio da Prata é menos cristalina se comparada com a do Rio Sucuri, mas a quantidade de espécies de peixes é maior. Quem visita o Rio da Prata obrigatoriamente está em sua Reserva Ecológica, também berço da famosa Lagoa Misteriosa. Como algumas atrações da cidade, essa não fica aberta o ano todo. Portanto, consulte a agência de viagens antes de decidir conhecê-la. Outra dica: visitas feitas à Lagoa Misteriosa no período da manhã são mais interessantes porque permitem melhor visualização da beleza do lugar.

Aquário Natural

Já que estamos falando tanto de flutuar, o último passeio imperdível – mas não menos importante! – que envolve tanta água é a visita ao Aquário Natural de Bonito. Flutuar por lá é: 1. impressionante e 2. para todas as idades! A recompensa são os encantos oferecidos pelas cores, pelos desenhos, pelos animais e pelas incríveis nascentes embaixo d’água. Quem visita o Aquário Natural pode optar almoçar por lá também, pagando pela refeição a parte.

 

Gruta do Lago Azul

Gruta do Lago Azul. Foto: Sec. Turismo Bonito

É o maior exemplo de atrações de Bonito que nem sempre estão abertas para o público. A cidade é bastante criteriosa em relação ao tempo da natureza, diferente do tempo dos seres humanos, e se preocupa com o controle do ecossistema, justamente para que tudo permaneça… bonito!

A Gruta do Lago Azul, como o nome já diz, é uma caverna com um belíssimo espaço de águas absurdamente azuis. Foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Brasil no fim da década de 70 e até hoje teve menos de 90 metros de profundidade explorados. Ninguém conhece a sua profundidade exata. Por lá, foram encontrados fósseis de animais pré-históricos, como os da preguiça-gigante.

Não é possível nadar no lago, mas visitá-lo vale muito a pena. Vale destacar: o passeio de ida e volta da Gruta dura cerca de 2 horas e envolve descer (e depois subir, é claro) cerca de 300 degraus. Consulte disponibilidade dos passeios e recomendações junto à agência de viagens. Se desejar, pergunte também sobre visitas às Grutas de São Miguel.

Buraco das Araras

buraco das araras Bonito Mato Grosso do Sul 3

Buraco das Araras. Foto: Sec. Turismo Bonito

No caminho para esta atração, vá torcendo para ter a sorte de encontrar araras voando por ali. É lindo de se ver! O passeio do Buraco das Araras é rápido, mas muito interessante, não somente pela paisagem, mas pelas curiosidades relacionadas ao lugar. Até a forma como o Buraco das Araras virou um ponto de ecoturismo é curiosa. Mas nós não vamos contá-la, deixamos para que você descubra quando estiver lá.

Praia da Figueira, Parque Ecológico do Rio Formoso e Balneário Municipal

Praia da Figueira. Foto: Sec. Turismo Bonito

São três lugares para descansar e aproveitar a paisagem, fazendo uma ou outra atividade diferente como arvorismo, boia cross ou stand up paddle. A Praia da Figueira é uma praia sem mar, mas cercada por 60.000 m² de uma belíssima lagoa. O Balneário Municipal é um dos principais centros de lazer de quem vive em Bonito e não têm nenhum passeio guiado, mas não deixa de ser tão gostoso quanto os outros lugares. Nesta lista de lugares para relaxar, podemos adicionar a Estância Mimosa, seu turismo cultural, seu observatório de pássaros e seu delicioso almoço preparado em fogão à lenha.

Pesquisando sobre Bonito, você também descobrirá a Cachoeira Boca da Onça e mais passeios em Bodoquena e Jardim, cidades próximas. Para conhecer estas atrações será preciso tirar o dia inteiro, levando em conta que a viagem até elas é um pouco mais longa (cerca de 50 quilômetros), por isso apresentamos aqui apenas os passeios feitos mesmo em Bonito.

Você vai, ainda, ouvir falar do Abismo Anhumas, um passeio mais radical com 72 metros de descida de rapel e cujo preparo e treinamento é feito no dia anterior. Esse passeio, apesar de ser em Bonito mesmo, só é recomendado para quem gosta de aventura. Com tempo sobrando? Conheça também o Projeto Jibóia, no centro da cidade e descubra mais sobre a vida das cobras, além de interagir com elas. E por interagir, entenda: tirar fotos bem abraçadinhas!

Dicas importantes Unitur:

– levar tênis confortável e roupas leves, protetor solar e repelente, proteção à prova d’água para máquinas fotográficas e celulares;

– apesar das águas mais geladas e da temperatura mais baixa, a melhor época para visitar Bonito é entre junho e agosto. Por causa das secas, lagos e lagoas ficam ainda mais cristalinos;

– é aconselhado o uso de lentes de contato para pessoas que usam óculos de grau e desejam realizar mergulho ou flutuação;

Conheça o Brasil e o mundo com a Unitur!