Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação-Grupos
Atualizado em 18/12/2018 Dolar R$ 4,07
Euro R$ 4,65

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

Capela da Medalha Milagrosa reconta história de Nossa Senhora das Graças, em Paris

 

Catarina Labouré era apenas uma noviça em Paris, quando durante a noite foi impelida a ir a capela do convento para rezar.

Em oração, recebeu a visita da Virgem Maria, que se revelou a ela como Nossa Senhora das Graças. A própria Catarina descreve a visão como uma senhora mediana, de vestido branco de seda e véu azul que iá da cabeça aos pés.

A Virgem fez três aparições a Catarina, sendo uma delas em 27 de novembro de 1830.

nossa senhora das graças

Ilustração da aparição de Nossa Senhora das Graças

A medalha de Nossa Senhora das Graças

Nossa Senhora revelou a Catarina as imagens de frente e verso de uma medalha a ser cunhada em homenagem a ela. De um lado a sua imagem, com a frase “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”, e do outro um M de Maria que sustenta a cruz, que representa o Calvário. Além de 12 estrelas, que simbolizam as doze tribos de Israel e dois corações, um cercado de espinhos que representa o coração de Jesus e outro transpassado por uma espada, representando o de Maria.

‘Manda, manda cunhar uma medalha por este modelo. As pessoas que a trouxeram, com devoção, hão de receber muitas graças”, foi o que disse a Catarina.

Na mesma aparição, Maria mostrou um globo terrestre e raios que saíam de suas mãos em direção a Terra.

“Este globo que vês representa o mundo inteiro e cada pessoa em particular. Os raios são o símbolo das Graças que derramo sobre as pessoas que me pedem. Os raios mais espessos correspondem às graças que as pessoas se recordam de pedir. Os raios mais finos correspondem às graças que as pessoas não se lembram de pedir.“

Hoje, as medalhas de Nossa Senhora das Graças são cunhadas aos milhões e são diversos os relatos de graças alcançadas por sua intercessão.

nossa senhora das graças

Medalhas de Nossa Senhora das Graças

Estando em Paris, na França, é possível visitar a Capela da Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças, no local das aparições.

A Capela da Medalha Milagrosa de N.S das Graças

O edifício da capela é de 1815, e era a sede do convento de São Vicente de Paula. Após as aparições de 1830, muitas noviças chegaram ao convento, que precisou ser ampliado. Em 1930, centenário das aparições, a Igreja é reformada e adquire o formato que tem hoje.

O órgão da igreja, assim como dois quadros ao seu lado, de São José e Santa Ana, estão na capela desde 1815!

Na capela, os peregrinos poderão ver três altares:

  1. O Altar das aparições

  2. nossa senhora das graças

    O altar das aparições na Capela de Nossa Senhora das Graças

Neste altar está hoje a cadeira que teria sido usada por Nossa Senhora na primeira aparição. Este teria sido o altar principal da capela de 1815 a 1856, depois transferido para uma das laterais.

É chamado de altar das aparições pois teria sido o altar mostrado pela Virgem como o local onde as graças seriam dadas às pessoas. Além da cadeira, nesse altar há também o relicário com o coração de São Vicente e uma imagem do Santo.

  1. O altar do corpo de Santa Catarina

  2. nossa senhora das graças

    Corpo intacto de Santa Catarina Labouré

No lugar onde Nossa Senhora teria ficado na segunda aparição, em 27 de novembro de 1830, está o altar com o corpo exumado (e intacto) de Santa Catarina.

Há também uma imagem de Maria segurando um globo nas mãos, como na aparição.

O Altar principal

O altar principal é de 1856, obra do escultor Maldiney. É feito em mármore e decorado com esculturas douradas e medalhões.

Neste altar há também uma imagem, feita com o mesmo mármore, de Nossa senhora em cima de um globo e pisando em uma serpente.

De suas mãos saem raios e a Virgem é coroada por 12 estrelas.

O único elemento deste altar do edifício original, de 1815, é o sacrário. É em prata dourada e em forma de um templo grego.

Há também o afresco principal, no arco da abóbada, que representa a primeira aparição de 1830: A Virgem, acalmada pelos anjos, apresenta a Catarina sua missão.

A Unitur é especialista no Brasil em turismo religioso. Conheça nossos roteiros para a Terra Santa, Santuários Marianos e outros lugares sagrados. Embarque com a gente!