Dia de Nossa Senhora dos Navegantes e Porto Alegre: qual a conexão?

Carinhosamente chamada de Estrela do Mar, a história de Nossa Senhora dos Navegantes começou na Idade Média durante as Cruzadas, quando portugueses e espanhóis cruzavam o Mar Mediterrâneo em direção à Palestina para defenderem seus locais sagrados. 

Àquela época, era extremamente comum que os navegantes participassem da Santa Missa e pedissem sua proteção para um retorno seguro à casa. E com o passar do tempo, nas grandes navegações, tornou-se tradição que as embarcações, pequenas ou grandes, recebessem a imagem da Virgem gravada em seus cascos e levassem consigo uma lâmpada de fogo que jamais deixavam apagar. 

Nossa Senhora dos Navegantes

Créditos: soucatequista.com.br.

Entretanto, a história da Estrela do Mar, Nossa Senhora da Boa Viagem ou dos Mares não parou por aí. Quando os portugueses se instalaram no Brasil, ergueram várias capelas no litoral em sua homenagem. Na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a fé nela tomou grande proporção. Vamos entender essa devoção a seguir. 

 

Conexão com a cidade

Padroeira de Porto Alegre (RS), é homenageada todo dia 2 de fevereiro na cidade. A celebração conta com uma bela e emocionante procissão que neste ano de 2022, devido à nova onda de casos da Covid-19, será realizada de forma inédita em formato híbrido. Os festejos começaram no dia 23 de janeiro e terminam no dia 2. 

E este ano a festa ganha uma novidade: pela primeira vez, sua imagem vai ao encontro dos moradores na Ilha da Pintada. O evento tem o apoio tanto da igreja católica, quanto da prefeitura por se tratar da padroeira local. 

Apesar da data já consagrada, nem sempre as festividades ocorreram em fevereiro. Essa curiosidade nos faz viajar de volta ao século 19: a história começa no povoado dos Navegantes, localizado em Santa Catarina, onde foi erguida a primeira capela na região Sul em homenagem à Protetora dos Mares. 

Sua construção teve início em março de 1897 e encerramento em 2 de fevereiro de 1898, mas só no dia 8 de setembro do ano seguinte que a comunidade recebeu a primeira imagem da Santa. A partir daí, setembro tornou-se o mês de festejos. No entanto, devido às fortes chuvas deste período, os habitantes transferiram a solenidade para a data da inauguração da capela, que permanece até os dias atuais.

De norte a sul, Nossa Senhora dos Navegantes recebeu outras diversas nomenclaturas, mas a devoção permanece a mesma. Para os porto-alegrenses, este é um dia de fé e de júbilo para agradecer à Maria pelas graças alcançadas e rogar para que 2022 seja um ano de esperança e alegria.