Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 21/02/2020 Dolar R$ 4,53
Euro R$ 4,92

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Guia rápido e completo para conhecer Ávila, na Espanha

Com uma enorme muralha medieval, a melhor conservada de toda a Espanha, Ávila é patrimônio da humanidade e pode ser visitada saindo de Madri – 115 quilômetros de viagem que podem ser feitos de carro, trem ou ônibus – Salamanca ou Segóvia, e tem ótimas opções de hotéis para um pernoite. 

Nascida há milhares de anos, durante o Império Romano, Ávila foi invadida pelos visigodos, que acabaram conquistados pelos árabes durante meados do século VIII. Alguns séculos depois, já na Idade Média, a província espanhola passou a ser de domínio cristão. Nesta época foram erguidas suas muralhas e foi construída sua famosa catedral. Falaremos sobre elas mais adiante. 🙂 

Na província de clima continental, banhada pelo rio Adaja, nasceu Santa Teresa de Jesus, conhecida como Santa Teresa de Ávila, a primeira doutora da Igreja Católica. Entre seus feitos, o de maior destaque é a fundação da Ordem dos Carmelitas Descalços, justamente guiada por suas experiências de vida e ensinamentos. Nesta ordem, a oração é considerada um momento teológico e silencioso e a vida sempre bastante equilibrada, baseada em partilha e fraternidade. Por causa de Santa Teresa, Ávila, atualmente com cerca de 60.000 habitantes, é bastante procurada para turismo religioso.

As famosas (e maravilhosas) muralhas de Ávila

As muralhas de Ávila

Reforçando a origem imperial romana da província, destacam-se os dois quilômetros e meio de muralhas em todo o seu entorno. Na construção também existem quase uma dezena de portas enormes – que dão acesso aos encantos da parte interna da cidade – e 88 torres redondas, construídas com 20 metros de distância umas das outras. São opções:

 ➡ caminhar por cima das muralhas pagando o valor de um ingresso por pessoa, o que permite entender melhor o formato de desenvolvimento da cidade, além de enxergar as belezas naturais da parte externa e as igrejas e os palácios da parte interna;

 ➡ caminhar por fora da cidade, observando as muralhas, antes de passar por alguma porta e entrar, de fato, na cidade.

Das portas, 4 dão acesso à muralha para ser vista de cima. São elas: Puerta del Alcázar, Carnicerías, Arco del Carmen e Puenta Adaja.

A Catedral de Ávila

Se une à história das muralhas de Ávila, a construção de sua catedral. Marco histórico, a Catedral de Ávila demorou três séculos para ser construída e está integrada ao forte. É considerada a primeira catedral gótica de toda a Espanha. Sua fachada causa impacto e rende boas fotos, sem mencionar a curiosidade gerada por sua arquitetura e composição interiores.

 

 

Além das muralhas: pontos turísticos que devem ser visitados

Você não deve achar estranho o fato de que a grande maioria das atrações culturais e pontos turísticos de Ávila têm vínculo com Santa Teresa. Entre os locais ligados à Santa, listamos três principais:

Convento de Santa Teresa

O convento é uma construção do século XVII, feita sobre a casa onde Santa Teresa de Ávila nasceu. Seu estilo barroco o tornou um ícone da província. Dentro, um museu conta brevemente a história da Santa e de outras mulheres que foram influentes dentro da igreja católica.

Convento de Santa Teresa, em Ávila

Convento de San José (de Las Madres)

Localizado próximo a estação de trem, o Convento de San José foi o primeiro a ser fundado por Santa Teresa, onde teve início a Ordem dos Carmelitas Descalços. Nele, poderão ser visitados o Museo Teresiano – pequeno, com objetos pessoais e relíquias da Santa – a igreja principal – onde estão enterrados familiares de Teresa de Ávila – e uma segunda igreja menor chamada de Iglesia Primitiva.

Monastério de La Encarnación

Com opções de visitas guiadas, o monastério está organizado como nos primórdios de sua existência, com cômodos arrumados e bem conservados. Santa Teresa viveu quase três décadas no local e, contam os habitantes de Ávila, em uma das escadas de lá ela teria visto Menino Jesus.

Plaza del Mercado Grande (Plaza de Santa Teresa)

Onde fica a Paróquia de São Pedro e a maioria dos bares e restaurantes da cidade. Extra-muros, a Plaza del Mercado Grande é local de comércio desde a Idade Média. Durante a inquisição católica, foi utilizada como palco para celebração e espaço para os autos-de-fé (penitências públicas).

Quem visita Ávila não pode deixar de conhecer também a já mencionada Catedral de Ávila, a Basílica de San Vicente, o Palácio de Polentinos e o monumento mais marcante da cidade. Confira mais detalhes:

Basílica de San Vicente de Ávila

A perfeição de sua arquitetura externa e interna deixa turistas de queixo caído. Apesar de simples, o local transmite a história e a cultura da província.

Basílica de São Vicente, em Ávila

Palácio de Polentinos

É praticamente um museu militar. Além de aprender mais sobre os avileses, visitantes conhecem uma belíssima construção renascentista.

Monumento Los Cuatro Postes

É um monumento religioso formado por quatro colunas, que representam os quatro braços da cidade. Como fica na parte mais alta de Ávila, é ótima opção para quem quer aproveitar o pôr do sol e/ou ver a natureza e as construções com um pouco mais de distância. É recomendado que o passeio até o mirante seja feito de carro.

A cidade é cheia de lojinhas e tem restaurantes com ótimo-custo benefício. Vale a pena comprar um souvenir e fazer pelo menos uma refeição por lá, experimentando a saborosa culinária castelhana. Também é recomendado provar as yemas de Santa Teresa, doce típico famoso de Ávila, feito como homenagem para a Santa.

Conte com os especialistas em turismo religioso da Unitur para conhecer roteiros pela Europa que incluem a magnífica cidade de Ávila e sua ligação com Santa Teresa. Estamos à disposição para esclarecer dúvidas e encontrar o melhor pacote, em grupo ou particular, para você!