Voltar para a listagem de postagens

Jaipur: cultura e história em meio a bazares, palácios e fortes

Foi em 1876, para receber a visita do Príncipe de Walles, que a cidade de Jaipur foi toda pintada de rosa. E por isso, recebe o apelido de Pink City. Mas se engana quem pensa que a cidade chama a atenção apenas pela sua coloração. Na verdade, o destino reserva pontos turísticos lindíssimos com templos, bazares, fortes, palácios e muito mais.

Jaipur é parte do Triângulo Dourado, ou seja, é uma das três cidades do percurso turístico mais conhecido na Índia: Nova Déli, Agra e Jaipur.

É uma cidade agitada, intensa e caótica. Motoristas barulhentos, mercados de rua, auto-rickshaws e bicicletas-táxi. Mas de muitas descobertas surpreendentes e saborosas, como a culinária local bem servida das barraquinhas de rua aos restaurantes dos hotéis. Uma bebida curiosa e deliciosa é o lassi, feita de iogurte geladinha que os indianos tomam pela manhã. A bebida vem em um copo de barro que se pode levar para casa.

Ao visitar Jaipur, também vale a pena se perder por seus bazares: Johari, Tripolia, Bapu e Cahndpol. Em algumas áreas só se veem utensílios de cozinha, em outras apenas tecidos e acessórios, e por aí vai.

jaipur

Além de toda essa cultura, Jaipur também reserva pontos turísticos históricos lindíssimos. Confira!

Forte Amber

jaipurA construção data de 1572 e fica em frente ao lago Maota. O seu nome é em homenagem a deusa Amba, do clia Meena. Sua incrível arquitetura mistura elementos hindus e muçulmanos. De tão lindo, o forte já foi cenário de diversos filmes, foi usado como residência principal dos Raiput Maharajas e figura na lista dos Patrimônios Mundiais da Unesco.

É uma parada obrigatória em Jaipur!

Jantar Mantar

jaipurVisitar Jaipur é ter a oportunidade de ver ao vivo o maior relógio de sol do mundo, também Patrimônio Mundial da Unesco. O complexo é um centro de observação astronômica em constante atualização por parte do governo para ser cada vez mais preciso.

Hawa Mahal

Outro ponto turístico histórico de Jaipur é o Hawa Mahal, ou Palácio dos Ventos, do ano de 1799. Seus cinco andares apresentam 953 janelas construídas para que as mulheres Raiput, proibidas de aparecer em lugares públicos, pudessem assistir às procissões reais e acompanhar o cotidiano da cidade.

De manhãzinha, o Palácio fica ainda mais bonito com a luz do nascer do sol em suas janelas.

Palácio da Cidade

O palácio ainda serve de residência para a família real de Jaipur, por isso, só é possível visitar parte dele. Na área aberta ao público, há um museu com vestimentas, arsenal de armas, além de uma decoração impressionante com espelhos, murais e treliças.

Forte Jaigarh

Um antigo armazém de armas que hoje abriga diversos itens da época de guerra, incluindo o maior canhão do mundo! O Forte fica a 500 metros acima do nível do mar, o que proporciona uma visão belíssima da natureza de Jaipur em um passeio muito agradável.

Jal Mahal

O Jal Mahal fica no meio de um lago e tem a curiosidade de ter quatro, dos seus cinco andares, debaixo d’água em épocas de cheia do lago. Só é possível chegar ao palácio de barco.

A beleza do lugar é estonteante, com uma arquitetura diversificada que remonta ao ano de 1799.

Embarque com a Unitur para conhecer a Índia! Uma experiência para retornar com a bagagem cheia de histórias fascinantes, cultura, espiritualidade e muita história!

 

O que visitar e experimentar em Tirana, capital da Albânia. Confira!

Existe muito mais para conhecer na Albânia, Europa, além de seu maravilhoso e ainda pouco explorado litoral. A capital, Tirana, por exemplo, merece uns dias dedicados somente à sua arquitetura, história e gastronomia. Depois de enfrentar décadas bastante cinzentas e uma enorme revolução cultural e ideológica liderada pelo ditador Enver Hoxha, a cidade teve que […]

Leia mais

12 curiosidades para querer chegar bem pertinho do Cristo Redentor!

Tudo começou com o padre lazarista francês Pierre-Marie Boss, no ano de 1859, quando expressou o seu sonho de construir um monumento no alto do Monte Corcovado, no Rio de Janeiro. Em 1921, foi aberta uma disputa entre projetos e o vencedor foi o engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa com o Cristo Redentor.  O […]

Leia mais

Um tour completo pela Basílica da Natividade, em Belém

Com a aproximação do Natal, que tal conhecer um pouco mais sobre a Igreja que demarca o local onde Jesus nasceu, de acordo com a tradição cristã? A Basílica da Natividade, em Belém, é atualmente a igreja mais antiga do mundo ainda em atividade. Sua construção teria sido iniciada em 339 d.C e finalizada em […]

Leia mais

Vivências

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades!