Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 07/08/2020 Dolar R$ 5,58
Euro R$ 6,60

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Palácio da Pena em Sintra: uma das Sete Maravilhas de Portugal

Desde 1995 ele é Patrimônio Mundial da UNESCO e desde 2007, uma das Sete Maravilhas de Portugal. O Palácio da Pena é lindo por fora, visto de longe, e surpreendente por dentro, visto de perto.

Localizado na charmosa cidade de Sintra, em Portugal, o Palácio fica a 500 metros de altitude e foi uma residência real bastante aproveitada por diversos monarcas.

A história do Palácio da Pena é repleta de curiosidades. A primeira edificação no local foi, na verdade, uma pequena capela dedicada à Nossa Senhora da Pena, que depois transformou-se em mosteiro, para só então, após anos de abandono e catástrofes naturais, ser adquirido por D. Fernando II em 1838.

E D. Fernando não economizou no luxo. O Palácio foi construído sobre um rochedo e ostenta diversos estilos arquitetônicos. É possível observar elementos mouriscos, detalhes arabescos, góticos, manuelinos e renascentistas. Uma miscelânea acrescida de toques e retoques ao longo dos anos que deu origem a um exterior colorido e particular e a um interior repleto de detalhes e cômodos requintados, enormes e ainda hoje decorados com mobiliário que data do século XIX.

Na sala de Doche e Massagem há, inclusive, uma curiosidade: o primeiro chuveiro instalado em Portugal!

Alguns dos cômodos de destaque e mais visitados no Palácio da Pena são: Salão Nobre, Sala de Fumo, Salas de Passagem e Sala de Visitas.

A rainha a residir no Palácio foi D. Amélia. Após a queda da monarquia em 1910, o Palácio passou para a posse do Estado. Em 1945, ao visitar Portugal, D.Amélia voltou ao Palácio da Pena e pediu para ficar sozinha durante alguns minutos. Era o seu Palácio predileto.

Ao redor do Palácio, o Parque da Pena também reservar uma ótima visita. São mais de 2.000 espécies de árvores, caminhos rodeados de verde, além de surpresas inesperadas, como a caverna que os monges utilizavam para meditar, um vale de lagos, uma área apenas com camélias e ainda o chalé da Condessa d’Edla, inspirado nos chalés alpinos e hoje todo reformado.

Por fim, de longe ou de perto, não deixe também de admirar as muralhas que cercam o Palácio!

Embarque com a Unitur para conhecer o Palácio da Pena e as maravilhas arquitetônicas, gastronômicas e culturais de Portugal!