Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 25/05/2020 Dolar R$ 5,63
Euro R$ 6,16

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Rota Inaciana: um caminho de peregrinação e “encontro” com Santo Inácio de Loyola

Antes de falar sobre a Rota Inaciana, é importante esclarecer quem foi Inácio de Loyola. Em resumo: militar e, segundo ele mesmo, entregue às vaidades mundanas até os 26 anos, Santo Inácio de Loyola viu sua vida mudar depois de sofrer um ferimento à bala em suas pernas e passar um longo período de convalescência dedicado a leituras religiosas, sobre a vida de Cristo e dos santos.

Desenvolvendo mais paciência e mais atento às tais vaidades do mundo, Inácio percebeu que a sua real e duradoura alegria estava muito mais na entrega pessoal para Jesus do que em qualquer outra ação ou atividade. Foi então que decidiu peregrinar até Jerusalém. Já recuperado das feridas nas pernas, Inácio doou suas roupas a um pobre e passou a usar trajes rústicos. Ele também abandonou sua espada.

A peregrinação de Inácio e seus efeitos

Inácio peregrinou de Loyola até Manresa, na Espanha, onde decidiu viver como um mendigo e enfrentou as piores necessidades dos seres humanos, anotando todas as experiências no que chamou de livro dos Exercícios Espirituais. De volta à Europa, passou a se aprofundar nos estudos de filosofia e teologia e fundou a congregação religiosa Companhia de Jesus, hoje conhecida como missionária e educacional. O teólogo foi canonizado no início do ano de 1622 e reconhecido, em sua bula de canonização, como uma pessoa com “a alma maior que o mundo”.

Manresa, na Rota Inaciana

A Rota Inaciana

Apesar de coincidir com uma das várias rotas de Santiago de Compostela, a Rota Inaciana é uma outra rota espanhola, bastante realizada por interessados na história de Santo Inácio e/ou em uma vivência humana e espiritual diferente de qualquer outra. Quem caminha pelo percurso realizado pelo peregrino Inácio após a conversão espiritual, segue as suas pegadas através de um caminho de penitência, meditação e oração.

 

Sobre o trajeto

A mais recente versão da Rota Inaciana foi criada em 2012 e totaliza 650 quilômetros, distribuídos em 27 etapas principais. Parte da cidade de Loyola, no País Basco; atravessa Navarra, La Rioja, Aragão e Catalunha, com parada no Santuário Montserrat (onde Inácio deixou as roupas antes de seguir como peregrino) e chega a Manresa, cidade próxima de Barcelona. Geralmente, o trajeto é feito a pé ou de bicicleta.

Montserrat

Aragão, na Espanha

Infraestrutura da Rota

Ainda bastante recente e menos procurada do que as outras rotas espanholas, como as do Caminho de Santiago, a Rota Inaciana conta com uma infraestrutura de albergues e refúgios bem organizados e aconchegantes, com boa disponibilidade de vagas. Os organizadores da rota também planejaram ótimos pontos de parada e uma sinalização bastante visível. Então, peregrine tranquilo(a)!

Arte, arquitetura, cultura e a gastronomia ibérica

Além das paisagens impressionantes e das dezenas de igrejas medievais, a rota também tem bastante riqueza artística e arquitetônica e grande diversidade cultural, além de abranger uma gastronomia bastante saborosa que pode incluir, por exemplo, queijos e embutidos; vinho e azeites; peixes; doces e sobremesas típicas.

Lembretes aos que desejam seguir as pegadas de Santo Inácio

Vai caminhar pela Rota Inaciana? Siga sempre as setas de cor laranja!

A Unitur é uma agência de viagens especializada em turismo religioso e em rotas de peregrinação. Estamos à disposição para instruir nossos clientes com relação aos voos até a Espanha e posterior acesso ao início do trajeto; bem como para auxiliar nas reservas e garantias dos melhores albergues e locais de descanso.

Entre em contato com a Unitur para descobrir os encantos de uma rota que pode transformar a sua alma e o seu coração.