Central de atendimento
+55 (51) 3272.3388
WhatsApp
+55 (51) 98183.9051

Cotação Grupos
Atualizado em 18/10/2019 Dolar R$ 4,29
Euro R$ 4,75

BLOG

de ,
Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Santo Antônio de Pádua e a Pádua de Santo Antônio

Ele é um dos santos mais lembrados pelos fiéis da Igreja Católica e tem uma relação muito forte com diversas cidades da Europa, incluindo a belíssima Pádua, onde finalizou sua jornada.

Vamos conhecer mais sobre a vida de Santo Antônio?

Santo Antônio, de Pádua

Mesmo se por muitos é conhecido como Santo Antônio de Pádua, na verdade nasceu em Lisboa, em 15 de agosto de 1195. Foi um jovem estudioso e recatado e aos 19 anos entrou para o mosteiro. Depois de algum tempo, foi transferido para Coimbra e ordenado sacerdote.

Antônio tinha o dom da palavra. Fazia pregações para milhares de pessoas e era realmente muito inteligente. Foi em Coimbra também que conheceu os franciscanos e pouco depois tornou-se frei Antônio.

Santo Antônio e São Francisco

Em uma curiosa história, Antônio retornava de barco de uma viagem ao Marrocos por ter ficado muito doente. O destino era um retorno a Portugal, mas o barco é desviado e Antônio vai para a Itália. Ali, havia um encontro com mais de 5 mil frades e Antônio conhece pessoalmente São Francisco.

Francisco logo percebe os dons de Antônio e o encarrega da formação teológica dos irmãos do mosteiro. Seguiu estudando e pregando, de forma muito próxima também ao Papa Gregório IX.

Ainda em vida realizou muitos milagres. É considerado o protetor dos casamentos, dos pobres, das coisas perdidas. Redigiu grandes obras.

Faleceu em 13 de junho de 1231, em Pádua, no convento das clarissas. Uma grande multidão levou seu corpo para ser sepultado na Igreja de Nossa Senhora. Mas desde 1263, seus restos mortais repousam na Basílica de Santo Antônio de Pádua, construída em sua memória. Ao ser transferido de uma igreja para a outra, sua tumba foi aberta e a língua de Santo Antônio estava incorrupta.

Santo Antônio foi canonizado apenas um ano após a sua morte e proclamado Doutor da Igreja em 1946.

Pádua, de Santo Antônio

Por essa historia incrível, a cidade de Pádua, na Itália, é muito procurada por turistas e peregrinos.

A Basílica de Santo Antônio é lindíssima. Demorou mais de 80 anos para ser construída. Tem uma fachada em estilo romântico-lombardo, cúpulas que recordam a arte bizantina e um campanário em forma de minarete, lembrando a arte islâmica.

Basílica de Santo Antônio, em Pádua

Além de admirar a bela Basílica, Pádua também reserva um passeio incrível em seu centro histórico.

Um passeio que requer algumas paradas obrigatórias.

Na Capella degli Scrovegni é possível admirar os afrescos de Giotto de 1300. Ponto turístico da cidade é também o Caffè Pedrocchi, o mais antigo bar da cidade construído em 1831, local de encontro de artistas e intelectuais.

Afresco de Giotto, em Pádua

Depois, vale uma visita ao Palácio do Bo, sede principal da Universidade de Pádua, onde lecionou Galileu Galilei! Bem pertinho fica a Piazza dei Signori, com a Torre dell’Orologio, projetada em 1300 para mostrar as horas, os minutos, as fases da lua e o lugar astrológico. Outra praça incrível é a Piazza del Duomo, com a Catedral e o antigo batistério.

Vista panorâmica do Centro Histórico de Pádua

Que tal conhecer de pertinho a história de Santo Antônio e as belezas de Pádua? Embarque com a Unitur!