Voltar para a listagem de postagens

Tudo o que você precisa saber para viajar tranquila(o) com o seu pet

Tranquilidade para o dono e conforto para o bichinho: 5 dicas completas e importantes vão facilitar o preparo da viagem que você pretende fazer com o seu pet, além de tornar todo o passeio – de carro, ônibus ou avião – mais saudável e feliz.

 

1- Tenha carteira de vacinação atualizada e guia de trânsito em mãos

A guia de trânsito serve para qualquer deslocamento mais longo e deve ser assinada por um médico veterinário particular. A carteira de vacinação precisa estar em dia, não somente por questões legais, mas pelo bem do pet. Ele deve estar imune principalmente às doenças virais e de fácil contágio. E por falar em imunização: vermífugos e antipulgas também devem ser atualizados antes da viagem, se for recomendado pelo doutor. Para quem for viajar para lugares com muitos mosquitos, peça indicação de um bom repelente para animais.

Em idas ao exterior, busque informações sobre outros documentos necessários junto à agência de viagens.

2- Se possível, planeje paradas e fique atento(a) às “condições climáticas”

Sempre dê atenção ao bem-estar do pet e às suas necessidades básicas. Se possível, faça paradas ao longo do trajeto, mas quando não der, coloque o animal como prioridade nos momentos de embarque e desembarque. Verifique se ele precisa fazer xixi ou cocô e dê água a ele. Não o alimente durante a viagem. E mais: evite submetê-lo a diferenças bruscas de temperatura. Em viagens de ônibus ou avião, cubra-o ou vista-o. Forre bem gaiolas e caixas de transporte.

3- Faça experiências de deslocamento em trajetos menores e aproveite para escolher a melhor maneira de transportar o animal

Leve o pet para passear de carro por caminhos mais curtos e em dias de menos trânsito e analise seu comportamento. Percebe enjoo ou agitação excessiva? Peça recomendação de um remédio contra náuseas ao veterinário e entenda como e quando oferecê-lo. E também verifique a possibilidade de usar calmantes naturais para uma viagem mais tranquila.

O passeio será de carro? Avalie a forma mais segura de transportar o animal e opte, por exemplo, por uma capa apropriada para os bancos traseiros ou cinto de segurança especial. Quando preferir pelo uso de caixas de transportes no deslocamento de gatos, aves e roedores, tenha certeza de que sabe como instalá-las de forma correta. Compre a caixa adequada para o seu bichinho.

Vale lembrar: companhias aéreas e empresas de ônibus podem exigir caixas de transportes com dimensões e características específicas.

4- Encontre alternativas para que o seu pet se sinta em casa durante toda a viagem

Durante o trajeto, mas principalmente ao longo da estadia no local de destino, é importante – para a sua tranquilidade e para o bem-estar do animal – que ele se sinta o mais em casa possível. Por isso, leve com você alguns objetos com os quais o pet goste de brincar e/ou que tenham o cheiro dele: um cobertor para a hora de dormir é um ótimo exemplo. Não se esqueça dos itens básicos, como os potinhos de água e ração.

 

5- Reúna suas dúvidas e esclareça-as

Se ainda restam dúvidas, é melhor esclarecê-las antes de viajar. Por exemplo: se for viajar de avião e o seu animal de maior porte não puder viajar com você, preocupe-se também em conhecer a reputação da companhia aérea em relação ao transporte de pets. Atenção! Você deve visitar um médico veterinário de confiança quando cogitar levar o seu melhor amigo para uma viagem. O especialista irá ajudar com o esclarecimento de todas as suas dúvidas.

 


4 lugares na Polônia para conhecer a história missionária de São Maximiliano Kolbe

Polonês nascido no fim do século XIX, Maximiliano Maria Kolbe foi marcado, ainda garoto, por uma aparição de Nossa Senhora. Alguns anos depois, o jovem decide seguir caminho na vida religiosa. Primeiro tornou-se Frei e, posteriormente, passou a se dedicar a obras missionárias, rodando o mundo e fazendo o bem. Durante a Segunda Guerra Mundial, […]

Leia mais

La Salette: a aparição da Virgem Maria que deu origem a um santuário nos alpes franceses

A aparição da Virgem Maria nos Alpes da França é uma das mais famosas dos tempos contemporâneos. Aconteceu somente uma vez, para duas crianças, e originou a igreja conhecida como Basílica de Nossa Senhora de La Salette (em francês: Sanctuaire Notre-Dame de La Salette) muito procurada por fiéis para turismo religioso, inclusive por sua localização […]

Leia mais

Conheça a história e o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes

A história de Nossa Senhora de Lourdes é uma das mais contadas dentro da fé católica. E hoje, no seu dia, 11 de fevereiro, queremos relembrá-la e falar também do seu Santuário na França. As aparições aconteceram em 1858, 11 de fevereiro a 16 de julho e foram reveladas por Bernadette Soubirou, que era ainda […]

Leia mais

Vivências

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades!